sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Família: parentesco corporal e espiritual

 









A Família é um grupo de pessoas que se reúne cuja finalidade consiste em se ajudarem como irmãos e adquirirem o verdadeiro amor espiritual.  Em geral, a família é constituída de mãe, pai, irmãos consanguíneos ou adotivos, tios, avós e primos.

Os pais transmitem para os seus filhos a semelhança física, como por exemplo, a cor dos olhos, do cabelo, o formato do rosto, etc. No entanto, eles não transmitem a semelhança moral, não podem transmitir a bondade do seu Espírito (o Espírito é indivisível). Pode-se observar que existem pais bons que podem ter, algumas vezes, filhos que sejam maus. Deus assim permite, para que estes filhos maus aprendam a ser melhores, pouco a pouco, ao contato dos bons e pelos cuidados que deles recebem.

Os pais tem por missão educar os seus filhos, auxiliando-os no desenvolvimento da sua inteligência e da sua moral, para fazê-los evoluir. E os filhos tem por dever respeitá-los.

A família é organizada anteriormente no plano espiritual, ou seja, antes de encarnarmos no planeta Terra. Um Espírito pode escolher nascer na família daquele com quem brigou em vidas anteriores, com objetivo de se reconciliar com ele(*). A maioria, é auxiliada por amigos espirituais na escolha das melhores condições para a sua reencarnação (*).

Os nossos parentes, aqueles que fazem parte da nossa família, são muitas vezes Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações, ou seja, que possuem gostos e pensamentos semelhantes, que se expressão por uma verdadeira afeição (amor). Mas também, pode acontecer que sejam completamente estranhos, afastados entre si, por antipatias igualmente anteriores, que se expressão por sentimentos e gostos diferentes, ocasionando brigas e desentendimentos, a fim de que possam transformar estas ações inferiores e aprender a ser pacientes, mais compreensivos e desenvolver o amor entre si.

Os laços de família não sofrem destruição alguma com a reencarnação, como pensam certas pessoas. Ao contrário, tornam-se mais fortalecidos e apertados. Ela aumenta os deveres da fraternidade, visto que, entre os vizinhos ou entre os colegas de classe, pode se encontrar um Espírito que esteve ligado a nós pelos laços de sangue (em vidas anteriores).

No entanto, se um homem, por exemplo, tiver tido dez encarnações, não deve-se pensar que ele vá encontrar, no mundo dos Espíritos, dez pais, dez mães, dez mulheres e um número proporcional de filhos e de parentes novos. Lá encontrará sempre os que foram objeto da sua afeição.

Os Espíritos formam, no Espaço, grupos ou famílias unidos pela afeição, pela simpatia e semelhança de gostos. Esses Espíritos, felizes por estarem juntos, se procuram. Mesmo que uns estejam encarnados e outros não, continuam unidos pelo pensamento. A encarnação não os separa senão momentaneamente. Essa afeição verdadeira (afeição espiritual), sobrevive à destruição do corpo.  No entanto, há pessoas que possuem afeições carnais, que se unem por interesses (tais como, por exemplo: a beleza, o poder, a riqueza, etc..), não estão realmente unidas uma as outras e a morte as separa.

Há, pois, duas espécies de famílias: as famílias pelos laços espirituais (que possuem afeição espiritual) e as famílias pelos laços corporais (que possuem afeição carnal). Somente as primeiras são duráveis e continuam no mundo dos Espíritos. As segundas são frágeis, como as coisas materiais, e se acabam com o tempo, muitas vezes, já na existência atual. Uma família que adota uma criança, não possui laços corporais (sanguíneos) com ela, porém pode ter laços espirituais, uma verdadeira afeição.

Foi o que Jesus quis nos explicar quando disse aos seus discípulos: Aqui estão minha mãe e meus irmãos, isto é, minha família pelos laços do Espírito, pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus é meu irmão, minha irmã e minha mãe. Sabe-se que os parentes de Jesus, não o estimavam. Não compreendiam ainda a grandiosidade de sua missão.

Na criação, somos todos uma só família, pois estamos sob a bênção providencial de um Pai único, que é Deus.

Aula Evangelização portal Passatempo Espírita

Comentários:(*)

ESE. Cap. 14. Item 9. A. K. Missionários da Luz. Cap. 13. Espírito André Luiz. Psicografado por Chico Xavier.

 

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

sábado, 16 de outubro de 2021

Programa Espirikids - Gentileza

O Espirikids é mais uma produção da Comunhão Espírita de Brasília, dessa vez voltada para crianças de 4 a 6 anos e seus pais que frequentam a evangelização infantil ou os que compartilham os preceitos cristãos e espíritas. Uma edição nova do Espirikids vai ao ar toda quarta-feira, às 17h. Cada episódio traz conversas, exemplos, dicas a respeito do tema geral, direcionando sempre ao bom comportamento. Não será um substituto às aulas da Evangelização Infantil, mas um complemento em ensinamentos morais, exemplos de conduta e ideias do universo infantil alinhados aos valores cristãos.

Nesse programa, a apresentadora Cecília Marini fala sobre o significado de gentileza exemplificando e ensinando como multiplicar essa valorosa virtude em nossa vida cotidiana.